Two and a Half Man, sobrevive sim sem Charlie Sheen


Para todos que esperavam a famosa Fall Season, a semana onde a maioria das series aclamadas nos EUA estreiam e reestreiam, a mais procurada, sem duvida, foi "Two and a half man". Todos queriam saber o que se daria do episódio e da série com a saída de Charlie Sheen e, meus caros, pra mim, pelo menos, o episódio se saiu muito bem. E afirmo, com base nos números de audiência que superaram qualquer episódio das temporadas passadas (28 milhões de americanos), que TAHM tem todas as condições de sobreviver (e muito bem) sem o antigo protagonista. O episódio se mostrou respeitoso às temporadas passadas e as piadas seguiram o mesmo ritmo!

O que todos esperavam para a saída de Charlie era uma coisa dramática e, muito pelo contrario, foi um humor cáustico, beirando o sadismo, na despedida do personagem.

Já nos primeiros minutos os fãs podem notar que a série não perdeu a essencial, temos ali as piadas de sempre, piadas de pum, de "dotes masculinos" e do bonitão que consegue duas garotas sem esforço, enquanto Alan fica na mão como sempre e literalmente.

O funeral foi cheio de participações especiais e devemos deixar uma nota aqui sobre isso, pois achei sutil e relevante de se marcar a saída do personagem com um tributo leve a ele, com as participações de todas as ex-ficantes e ex-namoradas de Charlie.

Mas o prato principal sem duvidas alguma foi Ashton Kutcher, afinal todos vimos a estreia para ver como seria a sua atuação. Ao contrario de muitas expectativas, ele se saiu bem, deu um tom bonzinho e ingênuo ao bilionário de bom coração e carismático. Um tanto quanto caricato, mas qual personagem da série que não é?

A estreia dessa nona temporada não foi hilária, mas teve seus momentos engraçados. Alguns personagens ficaram meio apagados, o que é totalmente compreensível já que o foco era a apresentação do personagem de Ashton. Quem é fã incondicional de Charlie Sheen com certeza vai sentir falta dele e ver com maus olhos essa substituição, o que é totalmente valido, afinal a série era Charlie Sheen.

Mas agora a ordem é ver a comedia com novos olhos, não se trata mais das aventuras sexuais de Charlie. Temos aqui uma serie que esta tentando se reinventar, resta saber por quanto tempo a serie manterá esse frescor de novidade e qual a porcentagem dessa audiência vai ficar até o final. Eu aprovei, e você?

0 comentários:

Postar um comentário

 
TaPipocando - Seu Canal de Entretenimento! © 2011 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Disturbed Tour